imagem quadrados coloridos
imagem título

Notícias

CNB/RS comunica falecimento do notário Carlos Luiz Poisl

Imagem Notícia
É com imenso pesar que o Colégio Notarial do Brasil - Seção Rio Grande do Sul (CNB/RS) comunica o falecimento do notário Carlos Poisl, ocorrido nesta quinta-feira (07.06).
 
O velório será realizado hoje, a partir das 14h, no Cemitério Jardim da Memória – Rua Guia Lopes, nº 3.609, em Novo Hamburgo (RS). A cerimônia de cremação será amanhã (08.06) às 10h00.
 
O CNB/RS por meio de toda a sua diretoria e funcionários se solidariza neste momento delicado com os familiares e amigos deste mestre do Direito Notarial brasileiro.
 
No último dia 16 de maio, Carlos Luiz Poisl foi homenageado durante o XXIII Congresso Notarial Brasileiro em Foz do Iguaçu (PR), com a Ordem do Mérito Notarial, entregue pelo ex-presidente da entidade José Flávio Bueno Fischer, e pelo presidente do CNB, Paulo Roberto Gaiger Ferreira. 

Tabelião aposentado do 1º Tabelionato de Notas e Protestos de Novo Hamburgo (RS), Poisl era também acadêmico da Academia Notarial Brasileira (ANB), na qual ocupava a cadeira nº 28, cujo patrono é o também notário gaúcho Miguel Ivo Cassal. O notário é autor do livro "Em testemunho da verdade - lições de um notário".
 
Veja abaixo alguns depoimentos:
"Estamos todos muito tristes com o falecimento deste grande nome do Notariado brasileiro e mundial. O Rio Grande do Sul tem orgulho de ter tido aqui um dos mais representativos notários da nossa história".
Danilo Alceu Kunzler, presidente do CNB/RS

"Poisl teve a inquietação de um menino, viveu com simplicidade e cheio de altruísmo. Esteve sempre ao lado do Notariado, partilhando sua experiência com entusiasmo. Melhorou este mundo tão desigual e injusto. Viveu sempre com bom humor, gargalhava com gosto. Vai encantar o céu".
Paulo Roberto Gaiger Ferreira, presidente do CNB/CF
 
“Ele é meu mestre intelectual e notarial. O maior conhecedor do notariado brasileiro e um expoente internacional. É a pessoa mais importante do notariado nos últimos 50 anos, com toda a sua experiência, seus livros e claro, o seu exemplo”.
José Flávio Bueno Fischer, ex-presidente do CNB/CF
 
“Neste momento eu estou visitando a cidade de Três Corações, sul de Minas Gerais. Estou no quarto da casa que nasceu o Pelé, e recebo essa ligação. O que posso dizer? Que esse tabelião que morreu era o nosso Pelé. Não preciso dizer mais nada”.
Zeno Veloso, jurista e notário

"Estava em preparação para os Debates da Academia Notarial Brasileira quando recebi essa triste notícia. Poisl é um dos maiores exemplos de independência e liberdade intelectual que conheci no meio notarial; um pensador instigante e desafiador. Perco um grande amigo, o notariado brasileiro perde um de seus maiores expoentes. O que conforta é que o perdemos para a glória eterna dos céus. Que Deus o tenha!"
Ubiratan Guimarães, presidente da Academia Notarial Brasileira (ANB)

Fonte: Assessoria de Imprensa